Alexandra Aparício, Arquivo Histórico Nacional de Angola

25.05.2017, 09.30-10.50, Biblioteca Nacional de Portugal

A colecção dos periódicos coloniais para a História de Angola

Existe uma importante colecção de periódicos coloniais em Bibliotecas e Arquivos em Angola. Queremos falar dessa colecção de periódicos existentes, destacando a sua importância para a História de Angola, a sua utilização como fonte inesgotável sobre várias abordagens. Desde o início da imprensa escrita com a publicação do Boletim Oficial do Governo Geral de Angola em 1845, onde se publicavam desde editais, leis, anúncios oficiais, obituários, relatos de viagens, de acontecimentos da sociedade angolense da época, até ao século XX, com a edição de jornais de notícias diários, de jornais desportivos, revistas de acontecimentos sociais e não, essas colecções contêm informações primordiais para esses períodos da História.

Pretendemos também chamar a atenção para a necessidade de se preservar, restaurar, recuperar e divulgar essas colecções, através do uso de tecnologias e equipamentos mais modernos e sofisticados que permitam a sua ampla divulgação, circulação, assim como o estudo das suas matérias em diferentes partes do mundo, não importando a sua localização.

Maria Alexandra Miranda Aparício (Luanda, 1965) é licenciada em História pela Universidade de Eotvos Lórand, mestre e doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília. Desde 1983 tem a sua vida profissional ligada à formação do Arquivo Histórico Nacional de Angola, cujo embrião foi o Centro Nacional de Documentação e Investigação Histórica, sendo presentemente sua Directora-Geral. Tem participado e exercido cargos de direcção de organizações e projectos colaborativos nacionais e internacionais de Bibliotecas, Arquivos e Centros de Documentação. Desde a década de 1990 participa regularmente em congressos e reuniões internacionais de História, Literatura, Ciências Sociais e Ciências da Informação. O seu currículo integra a iniciativa de numerosas exposições documentais e vasta obra dispersa em revistas, actas e monografias colectivas.

%d bloggers like this: