Everton V. Machado é Investigador Auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL). Vice-director do Centro de Estudos Comparatistas (CEC). Vogal da Comissão Científica do Programa de Pós-Graduação em Português Língua Estrangeira/Língua Segunda. Docente nos cursos de mestrado e de doutoramento em Estudos Comparatistas e em Língua e Cultura Portuguesa. Doutorou-se em Literatura Comparada na Universidade de Paris-Sorbonne/Paris IV em 2008, sob a orientação de Pierre Brunel. Ensinou anteriormente na Universidade de Paris-Sorbonne/Paris IV (2003-2004) e na Universidade Lumière Lyon 2 (2009-2010), na área de Estudos Portugueses e Brasileiros. No CEC, desenvolveu de 2010 a 2013 um projecto de pós-doutoramento sobre a literatura de língua portuguesa de Goa. Actualmente coordena aí a equipa “Orientalismo Português – séculos XIX e XX”, a qual tem uma linha de investigação dedicada à literatura de Goa e outra à imprensa periódica colonial na Ásia. Desenvolve o projecto de investigação exploratória “The Portuguese Representations of India: Power and Knowledge in a Peripheral Orientalism (19th and 20th centuries)”, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia de Portugal (2013-2018). Colabora nos projectos financiados “Pensando Goa – Uma peculiar biblioteca de língua portuguesa” (FFLCH/USP – FAPESP 2015-2019) e “Textos e Contextos do Orientalismo Português – Congressos Internacionais de Orientalistas (1873-1973)” (CEC/FLUL – FCT 2016-2019). Membro do Grupo Internacional de Estudo da Imprensa Colonial do Império Português (GIEIPC-IP) e da rede interuniversitária internacional “Les Orients désorientés” (Université Blaise Pascal). Publica em 2017 pela Biblioteca Nacional de Portugal o seu estudo sobre o Orientalismo Português e uma edição da narrativa de viagem Jornadas (1873-1874) de Tomás Ribeiro. Autor em França de uma edição crítica do primeiro romance de língua portuguesa da Índia, Les Brahmanes (1866) de Francisco Luís Gomes (trad. L. de Claranges-Lucotte, Paris, Classiques Garnier, 2012), organizador com Duarte D. Braga do volume de ensaios ACT 27 – Goa portuguesa e pós-colonial: literatura, cultura e sociedade (V.N. Famalicão, Húmus, 2014), autor com Gina Rafael Guedes e Luís Farinha Franco de Joaquim Heliodoro da Cunha Rivara, 1809-1879 (Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, 2009). Tem artigos e capítulos de livros publicados na Ásia, Europa e América Latina (Routledge, Presses de l’Université de Paris-Sorbonne, Institute of Southeast Asian Studies, Bulletin d’études indiennes, Seminar Magazine, Via Atlântica etc.).

CV: http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=7804333374212180

Anúncios
%d bloggers like this: