Programa detalhado

Congresso está estruturado em torno de dois momentos:

1 – Política e Cultura na Imprensa Periódica Colonial: perspectivas teóricas e de investigação

 

SEGUNDA-FEIRA, 22.05.2017


LOCALIZAÇÃO – Auditório B, Reitoria da UNL Campolide


09.00-09.30 : Inscrições e Receção de abertura


09.30-10.00 : Apresentação do projeto GEIEIP-IP e dos projetos associados


10.00-11.00 : Conferência – Jeanne Marie Penvenne


11.00-11.30 : Intervalo e Lançamento Exposição Virtual Internacional Cooperativa “Jornais e Revistas Coloniais”


11.30-12.45 :  Painel 01 (organização) – Imprensa periódica colonial em contexto imperial


LOCALIZAÇÃO – Torre B, FCSH


13.00-14.30 : Almoço


14.30-15.50 :  Sessão 1. Painéis paralelos:

P05.A – A imprensa colonial portuguesa e espanhola em África: memórias, políticas e práticas da colonização ibérica

P03 – O papel da Imprensa periódica nas transições do colonialismo para o período pós-colonial


16.00-17.20 :  Sessão 2. Painéis paralelos:

P05.B – A imprensa colonial portuguesa e espanhola em África: memórias, políticas e práticas da colonização ibérica

P07 – A colónia de Timor: Perificidade, imprensa periódica e circulação de notícias entre nódulos coloniais


17.20-17.40 : Intervalo + Lançamento do livro ‘ Arquitecturas Coloniais Africanas no fim do “Império Português”


17.40-19.00 :  Sessão 3. Painéis paralelos:

P06 – Desporto na imprensa colonial portuguesa

P17 – A questão linguística na imprensa colonial


 

TERÇA-FEIRA, 23.05.2017


LOCALIZAÇÃO – Edifício II, ISCTE-IUL


09.00-10.20 :  Sessão 4. Painéis paralelos:

P04.A – Poder colonial, conhecimento e arquivos: revisitando “Along the Archival Grain”

P02.A – Novos e velhos mundos no papel: imaginários literários, culturais e imperiais na imprensa do período colonial


10.20-10.30 : Intervalo


10.30-11.50 :  Sessão 5. Painéis paralelos:

P04.B – Poder colonial, conhecimento e arquivos: revisitando “Along the Archival Grain”

P02.B – Novos e velhos mundos no papel: imaginários literários, culturais e imperiais na imprensa do período colonial


11.50 – 12.00 : Intervalo


12.00 – 13.20: Sessão 6. Painéis paralelos:

P08.A – Trânsitos em revista: releituras da imprensa periódica literária do período colonial no espaço do Oceano Índico

P11.A – O ambiente construído através da imprensa periódica colonial


13.20 – 14.30: Almoço


14.30-15.50 :  Sessão 7. Painéis paralelos:

P08.B – Trânsitos em revista: releituras da imprensa periódica literária do período colonial no espaço do Oceano Índico

P11.B – O ambiente construído através da imprensa periódica colonial


15.50-16.30 : Intervalo + Apresentação do livro ‘Media and the Portuguese Empire’


16.30-18.30: Mesa-redonda “Memórias do jornalismo (anti)colonial”


 

QUARTA-FEIRA, 24.05.2017


LOCALIZAÇÃO – Faculdade de Letras


09.00-10.20 :  Sessão 8. Painéis paralelos:

P13.A – O Papel Político-Cultural da Imprensa Periódica Colonial Metropolitana na Esfera Pública Imperial

P16 – Liberdade e censura no império colonial


10.20-10.30 : Intervalo


10.30-11.50 :  Sessão 9. Painéis paralelos:

P13.B – O Papel Político-Cultural da Imprensa Periódica Colonial Metropolitana na Esfera Pública Imperial

P15 – Discurso científico na imprensa periódica colonial


11.50 – 12.00 : Intervalo


12.00 – 13.20 : Sessão 10. Painéis paralelos:

P12 – “Conflitos (anti)coloniais” no Império Colonial Português

P10 – Política colonial e cultura em periódicos jurídicos


13.20-14.30 : Almoço


14.30-15.50 :  Sessão 11. Painéis paralelos:

P09.A – Nas margens do Império Português: o Local no Imperial

P14. A- “As mulheres” e a imprensa periódica colonial


15.50-16.00 :  Intervalo


16.00-17.20 :  Sessão 12. Painéis paralelos:

P09.B – Nas margens do Império Português: o Local no Imperial

P14. B – “As mulheres” e a imprensa periódica colonial


17.20-17.30 : Intervalo


17.30-19.00 :  Conferência – Rochelle Pinto


20.30-23.30 :  Jantar (opcional e sujeito a inscrição)

Associação Caboverdeana de Lisboa, Rua Duque de Palmela, 2, Lisboa (ver locais)


 

2 – Encontro Bibliotecas, Arquivos e Investigadores: Um debate internacional

 

QUINTA-FEIRA, 25.05.2017


LOCALIZAÇÃO – Biblioteca Nacional de Portugal


09.30-11.00: Apresentações por oradores convidados e parceiros (10 minutos)

Alexandra Aparício, Arquivo Histórico Nacional de Angola

Horácio dos Santos Marques, Arquivo Histórico de Timor

Joel das Neves Tembe, Arquivo Histórico de Moçambique

Sónia Carvalho, Arquivo Histórico de São Tomé e Príncipe

Leopoldo Amado, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (Guiné Bissau)

Savio Abreu, Xavier Centre of Historical Research

Gilda Santos, Real Gabinete Português de Leitura

Joaquim Pinto e Lourdes Carmo. Memórias d’Africa e d’Oriente

João Carlos Oliveira, Hemeroteca Municipal de Lisboa

Aquiles Alencar Brayner, British Library, Biblioteca Nacional do Brasil


11.00-11.10: Intervalo


11.10-13.00: Apresentações por oradores convidados e parceiros (10 minutos)

Alfredo Caldeira. Arquivo & Biblioteca da Fundação Mário Soares

Natércia Coimbra, Centro de Documentação 25 de Abril da Universidade de Coimbra

Júlia Tavares Rodrigues, Biblioteca Central Faculdade de Letras da Universidade do Porto

A.E. Maia do Amaral e Iuliana Filimon Gonçalves, Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra

Ana Canas e Paulo Cascalheira. Arquivo Histórico Ultramarino e Arquivo Nacional Torre do Tombo

Ana Paula Alexandre e Pedro Estácio. Biblioteca da Faculdade de Letras da Ulisboa

Ana Monteiro. Gabinete de Património Histórico, Caixa Geral de Depósitos

Maria Inês Cordeiro e Luis França de Sá. Biblioteca Nacional de Portugal


13.00-14.00 : Almoço


14.00-15.30: Mesa-redonda 1: Construir fundações para a cooperação


15.30-16.00: Intervalo + Lançamento em Portugal do livro ‘Dicionário cronológico da imprensa periódica de Macau


16.00-17.30: Mesa-redonda 2: Bibliotecas, Arquivos e Investigadores


17.30-18.00: Sessão de Encerramento


 

Descarregue a versão em formato pdf do Programa Detalhado e/ou do Programa Resumido.

Anúncios
%d bloggers like this: